Henrique Meirelles - 15
Henrique Meirelles - 15
Henrique Meirelles - 15
Henrique Meirelles - 15 Segurança
Segurança
Maior efetivo e Mais inteligência no Combate ao Crime

O brasileiro virou refém da violência e da criminalidade. Ninguém mais consegue sair na rua sem sentir medo. A probabilidade de uma pessoa ser assassinada no Brasil é 30 vezes maior do que nos países da Europa. E as maiores vítimas são os jovens negros. Em 2016, 71,5% das pessoas que foram assassinadas no país eram negras ou pardas, segundo dados do Atlas da Violência 2018.


São vários os fatores da falta de segurança, mas três são particularmente importantes: impunidade, falta de policiamento ostensivo e precariedade do sistema penitenciário nacional.


A situação da violência é mais grave no Norte e Nordeste, onde estão os sete estados com maiores taxas de homicídios por 100 mil habitantes. Por isso, é necessário um olhar especial e cuidadoso com os brasileiros que vivem nestas regiões.


Embora a Constituição determine que segurança é uma atribuição dos estados, é impossível dar as costas para a situação alarmante da violência no Brasil. O momento pede ação urgente.


Uma cultura de paz e confiança exige resgatar da violência todas as populações vulneráveis.


MAIS POLICIAIS NAS RUAS


Polícia tem que ter investimento. Há estados que não contratam policiais há mais de 10 anos, o que é absurdo. Polícia na rua é prevenção ao crime e tranquilidade aos cidadãos.


O primeiro passo para diminuir os índices de criminalidade é ampliar o policiamento ostensivo com incremento de parcerias público-privadas. Também é necessário dar infraestrutura às polícias. Não é possível aceitar delegacias e penitenciárias que não conseguem atender às pessoas, carros sucateados, sem condições de uso ou policiais sem equipamentos nas ruas.


INTELIGÊNCIA E INTEGRAÇÃO DAS POLÍCIAS


O Brasil esclarece poucos crimes, o que dá ao bandido a percepção da impunidade. Apenas 15% dos assassinatos do país, em média, são esclarecidos. No Reino Unido e na França, esses índices chegam a 90% e 80%, respectivamente. Nos Estados Unidos, 65%. Na Argentina, 45%.


Para melhorar este índice, investiremos em inteligência. Com a criação de um sistema unificado das polícias estaduais em todo o Brasil, vamos desenvolver uma rede de inteligência policial com a coordenação do governo federal.


REFORMA DAS PENITENCIÁRIAS


Temos urgência em reformar o sistema penitenciário nacional, com a construção de novas unidades de detenção, que consigam separar os chefes de quadrilhas dos detentos de menor periculosidade, cuja probabilidade de recuperação é elevada.


SEGURANÇA NAS FRONTEIRAS


Precisamos proteger nossas fronteiras do tráfico de drogas e de armas. O país tem um território muito extenso e é necessária inteligência para fiscalizar e vigiar o Brasil em toda sua amplitude. O governo patrocinará ações que visem à defesa das riquezas naturais e do meio ambiente, em especial na Amazônia. Também fortalecerá a segurança cibernética do Brasil.


 


Voltar
Henrique Meirelles - 15